(62) 3299-2434
062984131643

SAQUE RAPIDO DEFENSIVO IDSC

SAQUE RAPIDO DEFENSIVO IDSC - Clube de Tiro

REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES DE SAQUE RÁPIDO DEFENSIVO IDSC (SRD IDSC)

 

G1.1 – ADMINISTRAÇÃO DA COMPETIÇÃO

G1.1.1 – A administração da competição será realizada conforme o disposto no Capítulo 10 e no Apêndice B, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC, naquilo que não contrariar o disposto neste apêndice.

G1.1.2 – A sistemática de contestações e recursos será procedida conforme o disposto na Seção 8.6, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC, naquilo que couber.

 

G1.2 – SEGURANÇA DA COMPETIÇÃO

G1.2.1 – Os procedimentos de segurança a serem adotados nas competições são os previstos no Capítulo 2, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC

 

G1.3 – DIVISÕES

G1.3.1 – As divisões de SRD IDSC são as previstas nos Apêndices A1 (Handgun Divisions) e A5 (Airsoft / Airgun Divisions).

G1.3.2 – O competidor poderá se inscrever em várias divisões de armas homologadas para a competição.

G1.3.2 – A homologação das divisões, categorias e classes, ocorrerá conforme o disposto nos Apêndices B2, B3 e B4, naquilo que não contrariar o disposto neste apêndice.

 

G1.4 – REGRAS DE UTILIZAÇÃO DE ALVOS

G1.4.1 – O modelo do alvo utilizado é o IDSC BLACK, conforme o disposto na Regra E11.1.

G1.4.2 – São empregados na prova 3 (três) alvos, que deverão ser engajados em sequência defensiva, conforme a Regra 7.5.1.4.2, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC.

G1.4.3 – A distância entre os alvos é de um metro, medido de borda a borda, da “zona quatro” de pontuação.

G1.4.4 – A distância do alvo do chão é de um metro do chão, contato da borda da parte branca do alvo.

G1.4.5 – Os alvos serão obreados ao final de cada série de tiro.

 

G1.5 – REGRAS DE APURAÇÃO

G1.5.1 – A apuração é muito fácil bastando uma simples calculadora para fazer a soma dos tempos na ficha de apuração.

G1.5.2 – O resultado final do competidor é a soma do tempo atribuído às penalidades e aos impactos no alvo ou fora dele

G1.5.3 – O atleta que tiver o menor tempo na competição será o vencedor da sua respectiva divisão e categoria.

G1.5.4 – Os disparos nos alvos deverão ocorrer dentro do limite de tempo de cada subsérie.

G1.5.5 – A apuração dos alvos ocorrerá no final de cada série de tiro e não em cada subsérie.

G1.5.6 – Os empates serão resolvidos pela apuração do maior número de disparos na “zona X”.

G1.5.7 – Permanecendo o empate, apura-se a maior quantidade na “zona zero” e assim sucessivamente.

G1.5.8 – Se persistir o empate, ele será resolvido pelo critério de idade mais avançada.

 

G1.6 – ZONAS DE PONTUAÇÃO

G1.6.1 – Existem 6 (seis) zonas de pontuação no alvo de papel de SRD IDSC:

G1.6.1.1 – Zona “X”: Área em que os acertos não geram acréscimos de tempo a ser considerado no resultado final do competidor e que é utilizada como primeiro critério de desempate.

G1.6.1.2 – Zona Zero: Área em que os acertos não geram acréscimos de tempo a ser considerado no resultado final do competidor.

G1.6.1.3 – Zona Um: Área em que os acertos geram um acréscimo de um segundo ao tempo final do competidor.

G.1.6.1.4 – Zona Dois: Área em que os acertos geram um acréscimo de dois segundos ao tempo final do competidor.

G1.6.1.5 – Zona Três: Área em que os acertos geram um acréscimo de três segundos ao tempo final do competidor.

G1.6.1.6 – Zona Quatro: Área em que os acertos geram um acréscimo de quatro segundos ao tempo final do competidor.

G1.6.2 – Os tiros não pontuáveis (misses) geram um acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo final do competidor.

G1.6.3 – Para ser computada a marca do projétil, ela deverá estar completamente dentro da área de pontuação do alvo de papel.

G1.6.4 – Os recordes serão reconhecidos quando houver solicitação prévia nesse sentido, desde que 3 (três) DSO’s atestem o recorde obtido pelo atleta e a total conformidade da pista de tiro com este regulamento, inclusive, quanto à realização do teste do cronógrafo.

 

G1.7 – PENALIDADES

G1.7.1 – Procedural Error (PE): É a penalidade a ser aplicada quando o competidor não seguir os procedimentos previstos neste regulamento.

G1.7.2 – A aplicação de cada PE gera um acréscimo de 4 (quatro) segundos ao tempo final do competidor.

G1.7.3 – Se o competidor realizar disparos excedentes em relação ao previsto, deverão ser descartados os melhores disparos, correspondentes à mesma quantidade de disparos excedidos e será aplicado um PE em cada subsérie violada.

G1.7.4 – Ocorrendo disparos intempestivos (após o tempo), deverão ser descartados os melhores disparos, correspondentes à mesma quantidade de disparos intempestivos e será aplicado um PE em cada subsérie violada.

G1.7.5 – Deixar de engajar um alvo conforme a Regra 7.5.1.1 ensejará na aplicação de um PE, conforme o disposto na Regra 7.5.1.2.

G1.7.6 – Na última série são previstos três disparos na zona superior (cabeça) e três na zona inferior (abaixo da linha tracejada), devendo ser iniciada pela zona inferior. O competidor não receberá um PE pelo erro no alvo, uma vez que já será aplicada a quantidade devida de “misses”.

G1.7.6.1 – Na série de 5 (cinco) metros, os disparos que não atingirem a zona superior e atingirem a zona inferior do alvo ou vice-versa, serão computados como “misses” nas respectivas zonas de pontuação que não receberam os disparos previstos. Nesta situação, não haverá a aplicação de um PE. Serão computados, neste caso, os melhores resultados da respectiva zona de pontuação que tiver recebido mais disparos.

G1.7.7 – Unsporting Conduct (UC): É a penalidade aplicável por qualquer atitude que visa contornar ou prejudicar o espírito esportivo (fair play) que dever reger os eventos de IDSC.

G1.7.7.1 – A aplicação de cada UC gera um acréscimo de 25 (vinte e cinco) segundos ao tempo final do competidor.

G1.7.8 – A aplicação de penalidades ocorrerá em observância às penalidades previstas no Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC, aplicáveis ao SRD IDSC.

 

G1.8 – PROGRESSÃO DE CLASSES

G1.8.1.1 – Progressão por desempenho em competições: O competidor que tiver alcançado os índices do nível Intermediary ou superior, será reclassificado no nível acima e, assim sucessivamente, até chegar ao nível Expert ou Professional.

G1.8.1.2 – Progressão por avaliações em cursos: O competidor que tiver participado de pelo menos 3 (três) competições oficiais, poderá se matricular no curso oficial de SRD IDSC e, logrando aprovação nele e alcançando os índices das classes superiores, será reclassificado conforme o seu desempenho.

G1.8.1.3 – Cursos oficiais de SRD IDSC são os cursos chancelados pela IDSC e ministrados pelos Instrutores de Tiro IDSC certificados, DSO’s Master e Area Coordinator, observando-se a grade curricular estabelecida pela IDSC.

G1.8.1.4 – Os competidores que não alcançarem, nos cursos, os índices das classes superiores e que foram considerados tecnicamente aptos para iniciarem a prova com munição na câmara, poderão concorrer juntamente com os competidores da classe Intermediary, caso optarem por iniciar a prova nesta condição, desde que o coldre esteja na lateral do corpo, conforme a Regra 6.8.8, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC.

G1.8.1.5 – Os competidores poderão utilizar os patches oficiais correspondentes à sua classe, sendo vedada a utilização de um patch que não corresponda ao seu nível.

 

G1.9 – EQUIPAMENTO DOS COMPETIDORES

G1.9.1 – As regras de equipamento para uso no SRD são aquelas previstas no Capítulo 6, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC, naquilo que não contrariar o disposto neste apêndice.

G1.9.2 – É permitida a utilização de coldre rígido de apêndice, exclusivamente, na classe Beginner, tendo em vista que os competidores dessa classe iniciam a prova, obrigatoriamente, com a arma descarregada, salvo quando atenderem o disposto na Regra G1.8.1.3.

G1.9.3 – Somente os competidores da classe Intermediary, em diante, poderão iniciar a competição com a arma carregada conforme o disposto na Seção 6.8, sendo que nesta condição não será permitida a utilização do coldre de apêndice.

G1.9.4 – Falhas do armamento ou da munição não ensejarão no direito ao reshoot.

G.1.9.5 – É permitida a utilização de coldres internos ou externos, desde que sejam de materiais rígidos, podendo ser de polímero, plástico ou kydex

 

G1.10 – CONDIÇÕES DE INÍCIO

G1.10.1 – As mãos do competidor devem estar estendidas ao longo do corpo e a posição inicial deve ser conforme o estabelecido na Regra

7.11.2, do Regulamento de Competições de Tiro Defensivo IDSC.

G1.10.2 – As armas e equipamentos do competidor devem seguir as condições de ocultação previstas na Seção 6.11.

G1.10.3 – O competidor deverá utilizar um casaco, gandola ou uma camisa que mantenha a arma oculta, mesmo quando ele levantar paralelamente os seus braços.

G1.10.4 – É proibido utilizar trajes de ocultação em que o volume da arma e dos equipamentos fiquem evidenciados mesmo estando cobertos.

G1.10.5 – As Armas devem sair na condição 3 (Câmara vazia e carregador municiado inserido na arma) para os competidores das classes Beginner, salvo quando se aplicar o disposto na Regra G1.8.1.4.

 

 

G1.11 – ÍNDICES PARA A PROGRESSÃO DE CLASSES (NÍVEIS)

 

 IDSC 

 

G1.12 – SÉRIES DE TIRO EM ESTANDES INDOOR E OUTDOOR

 

IDSC2

 

ABAIXO SEGUE O REGULAMENOTO COMPLETO DE IDSC, PUBLICADO EM FEVEREIRO DE 2020

REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES DE TIRO DEFENSIVO IDSC- 2020

 

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.